terça-feira, setembro 4

palavras de ordem


ontem tive oportunidade de ir apreciar e desfrutar P. Abrunhosa, na Feira da Luz, Montemor-o-Novo;
simplesmente um espectáculo, pela viagem que faz pela música desde os anos 60 ao presente, ecléctico, flexível, versátil, melómano;
é, no meu entender, um dos maiores cantores de intervenção pós a corrente dos anos 70 (composta por Zeca Afonso, Sérgio Godinho, Fausto, Zé Mário Branco, Fanha, etc, etc); constróe a canção não como uma arma, mas como um modo de intervenção;
achei belíssimo o concerto, quer pela dinâmica, pela história, pela organização e pelo profissionalismo;
como gostei das novas palavras de ordem, a fazer lembrar Sex Pistols:
o que é preciso fazer?
TALVEZ FODER, TALVEZ FODER.

2 comentários:

Pedro Gama disse...

Também gostei muito do concerto de Pedro Abrunhosa. Assino por baixo do que escreve.

Só um pequeno reparo: O Talvez Foder foi um single que Pedro Abrunhosa lanou logo a seguir ao seu primeiro álbum, Viagens. O Talvez Foder deve ter há volta de dez anos de existência. Mas não deixa de ser actual.

Um abraço

Pedro Gama
www.noticiasdemontemor.blogspot.com

Anónimo disse...

Foder de Certeza é a actualização que se impõe nos dias de hoje...